Definidos plano de ação e novos avaliadores para Comitê de Ética em Pesquisa

O Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade Municipal “Professor Franco Montoro” (CEP-FMPFM) está em processo de renovação de credenciamento junto ao Conselho Nacional de Ética em Pesquisa de Saúde (CONEP) com novas diretrizes e ampliação da participação de docentes, conforme Plano de Ação Institucional já apresentado ao órgão.
O CEP-FMPFM foi instituído em 2009 para curso de Psicologia em razão do desenvolvimento de pesquisas com seres humanos, da mesma forma contemplando, posteriormente, os cursos de Nutrição e Enfermagem, sendo composto de seis docentes-avaliadores.
Com a implantação do curso de Enfermagem e, agora, também o de Medicina – iniciado este ano -, o Comitê passa a ter oito avaliadores, ou seja, dois de cada um dos quatro cursos de graduação na área de saúde, nomeados através da mesma Portaria que nomeia o professor Joaquim Maria Ferreira Antunes Neto como novo coordenador.
A renovação do credenciamento do CEP-FMPFM junto ao CONEP e sua adequação representativa de acordo com o número de cursos da área da saúde ofertados pela “Franco Montoro” têm especial importância acadêmica para a implantação do Hospital de Ensino de Mogi Guaçu, denominado Complexo Hospitalar de Ensino pela comissão incumbida do processo.
A ser constituído pelo Hospital Municipal “Dr. Tabajara Ramos” e a Santa Casa como um único Hospital de Ensino, o projeto do Complexo Hospitalar é parte dos objetivos estabelecidos para a oferta do curso de Medicina através do Pacto Organizativo de Ação Pública Interinstitucional de Ensino em Saúde, já firmado entre as instituições junto ao Conselho Estadual de Educação do Estado de São Paulo (CEE-SP) para organizar e oferecer o ensino em saúde dentro dos cenários da prática no Município.
O Complexo Hospitalar de Ensino é uma das propostas e atividades delineadas no Plano de Ação Institucional submetido à apreciação do CONEP para efeito de renovação do CEP-FMPFM pelo órgão. As outras ações fomentam temas como iniciação científica, bioética na sala de aula, interação do CEP-FMPFM com a comunidade e também com outros Comitês de Ética em Pesquisa, além da reformulação da Revista Interciência & Sociedade.
O Plano de Ação Institucional não se restringe aos cursos de graduação, uma vez que se aplica também aos oito cursos de pós-graduação da “Franco Montoro”. As medidas adotadas para a renovação do credenciamento do CEP-FMPFM junto ao CONEP, entre as quais a nomeação de novos avaliadores e novo coordenador, foram discutidas em reunião online realizada nesta quinta-feira, dia 20.